4ª Etapa do Desafio de Motonetas – Por Tatu Albertini.

SOBRE O DESAFIO DE MOTONETAS, ETAPA LIMEIRA.

Para mim a coisa toda toda ja rolou na sexta feira ,tentando desesperadamente obter um parecer sobre a vinda do Rafael Dallagasperina Tarciana Carlotto Dallagasperina e família para trazer a minha nova corredeira a LD Tapejara ,porem ele não pode vir e fiquei na mão na estréia da minha nova corredeira e na visita dos amigos.
No sábado ,como na semana toda já acordei as 6 hs da manhã e fiquei numa batalha sem fim na corredeira do Dário Gonzales e por pura teimosia não consegui chegar no óbvio e notar que o defeito era bem mais simples que eu imaginava , graças a ajuda do Leonardo Freitas conseguimos resolver a treta.
Recebo a notícia que Marcio Fidelis e mais alguns membros da Scooteria Paulista tinham planos em vir pra cá no final da tarde e pousar aqui na sede,portas abertas sempre parceiragem.E eles chegaram logo após eu terminar de carregar todas as traias no caminhão e subir pro banho .
Desço para recebê los Caio Cesar , Vitor ,Marcio e Rafael Assef,subimos pra minha casa , passei um café pra esquentar o peito dos viajantes e amarramos numas prosas que nos fez passar o tempo e quando saímos pra jantar nem meu banho tinha tomado ainda.
Levei os para conhecer o Boteco Formol pois eles queriam Hamburguer ,Batata frita e cerveja boa, gostaram do que viram ,das conversas com o Rafa Formol e voltamos pra casa ,onde fui direto ao banho e cama.
E quem disse que eu consegui dormir??Fritei na cama a madrugada toda e antes do sol e do sino da igreja eu já estava desperto .
O despertador toca e desço pra acordar o bando que pensava em ir mais tarde.
Preparo minha traias e desço atrás do desjejum Fernando Precaro e Maurinho Highlander chegaram em suas motonetas na sequencia e bóra descarregar o caminhão todo pois o Leo ia rebocar o Xispão com nóis.
Eram 8hs ,e estávamos saindo de casa bem na hora que já era (pelo menos eu ,que fazia parte da organização)para estar lá.Saquei um dinheiro e paramos para ababstecer e não esperei os carros de apoio pois uma garoa fina começou a cair enquanto abastecíamos.
Saí na ponta do comboio com minha filha Laís na garupa e saí tentando tirar o atraso mas o comboio tava tranquilo ,eu querendo subir pra 90/100 e o farolzinho amarelo do Assef lá atrás me dizia que tinha que diminuir o ritmo e seguimos nos 80km/h.
Entramos em Limeira e o caminho até a pista foi bem fácil e chegando lá foi bacana de ver a quantidade de pessoas já presentes no evento,principalmente os Mobymaníacos.
Chega descarrega tudo ,prepara as coisas ,liga a churrasqueira que ficou a cargo da Churrascaria Paulista e bóra tentar organizar horários baterias e etc…
Tudo correu na mais perfeita ordem e harmonia, filmagens pro History Channel, Mobymaníacos na pista e nóis tambem.
Tivemos a honra de dividir a pista com o seu António , piloto da velha guarda com sua MS preparada de época ,a estreía do Caio César , a estréia do mais novo piloto da equipe Mattiolli Lambrevespa, Rafael Assef tambem voltou as pistas depois de alguns anos e do resto eram nossos fiéis amigos e pilotos de sempre ,menos o Murari que teve compromissos familiares e infelizmente por problemas técnicos o Edu Parez e o Leo que treinaram o dia todo não conseguiram entrar pra corrida.
E fora dos bastidores das pistas tivemos muitas visitas bacanas ,o senhor Clóvis Biotto,colecionador e restaurador de Rio Claro mais um amigo que não lembro o nome , desculpe me ,os dois pilotando duas LI maravilhosas Leogildo Coneglian , Manah Moto Fox , Toninho da Graxa e sua esposa, Gustavo Ferreira , família Bovo , Gustavo Delacorte , Rosemeri Moreira ,os sumidos mineiros do Poços Scooter Club Eduardo Alvisi e Erley Carvalho Junior ,Marmiroli de Pedreira e mais uma grande quantidade de amigos que estavam lá para mostrar que o Desafio de Motonetas é algo alem de uma corrida e sim mais um evento ,um encontro voltado aos amigos aficcionados nas Vespas e Lambrettas.Muita descontração , churrasco ,amizade e curtição em um dia bem diferente dos demais que fizemos nesses 3 anos de história .
Só sei que o grid de largada ficou nessa ordem :
Categoria Super
Roberto Privato
Sergio Ricardo Pasqualini
Marcelo Bovo
Ariel (Mattiolli)
Texugo Sereguin
Categoria Original
Mauro Bellotti
Tatu Albertini
Dario Gonzales
Fernando Precaro
Rafael Assef
Luis Marta
Alessandro Soave
Antonio Alberto
Caio César
E a corrida rolou ,largeui bem ganhando duas posições mas devolvendo as logo nas duas primeiras voltas, heheheheh.
Aos poucos fui vendo o Buia e o Alê colando em mim ,mas quase no final perdi minha posição pro Buia que logo na sequência errou e tomeia de volta ,mas logo na próxima volta perdi a posição novamente.
A corrida acabou bem e tudo correu perfeito ,com algumas alterações de posição e o resultado final foi esse daqui :
Cat.Super
1° Roberto Privato (Araraquara)
2° Marcelo Bovo (Araras)
3° Sergio Pasqualini (Jundiaí)
4° Ariel (Ribeirão Preto) ESTREANDO
5° Texugo Sereguin (Jundiaí)
Cat.Original
1° Mauro Bellotti (Piracicaba)
2° Buia (Souzas)
3°Tatu (Campinas)
4° Alessandro (Campinas)
5°Dario (Campinas )
6° Luis Marta (Vargem Grande Paulista)
7° Rafael Assef (SP Capital)
8° Antonio Alberto (SP Capital) ESTREANDO
9° Caio César (SP Capital) ESTREANDO
Infelizmente não concluiram a prova
Edu Parez (SP Capital )
Leonardo Freitas (Campinas)
Obrigado a todos e principalmente ao Roberto Privato que encabeçou todas as correiras.

Fonte.: Motonetas Classícas de Campinas e região

 

Deixe uma resposta